segunda-feira, 31 de março de 2014

quinta-feira, 25 de julho de 2013

Lembranças!



O tempo faz caminhar todas as coisas.
O tempo tem força capaz de mover montanhas.
O tempo não tem forma, não tem cor.
Somente o tempo transforma momentos em lembranças.
Lembranças de corações amigos que um dia se encontraram sem aviso.
E sem aviso se distanciaram no tempo.
O tempo oferece oportunidades de viver experiências.
O tempo ensina que não existe o mau.
Apenas experiências que amadurecem vidas.
Vidas que surgem na ânsia de gerar uma vida.
Vidas que gritam o grito silencioso pela vida.
O tempo fez brilhar a tua luz...
Bendito seja o tempo que a tudo transforma...
O tempo é capaz de libertar da lembrança um coração amigo?
Diga você!


17/09/11

sexta-feira, 28 de junho de 2013

sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

Nas asas do pensamento



Vai meu sentimento
Buscar o que quer ser buscado
No interior mais profundo
de quem incessantemente busca a plenitude
de dois seres que vagam pelo inesperado, esperado.
O sorriso, êxtase e a alegria bailando no palco da felicidade
que como miragem avança os trilhos do destino
que traçado está ou... Perdeu-se nas reticências.
Indaga...
Quero sentar no colo da paz e beijar a testa do amor.
Abraçar o carinho anestesiando o espinho
que parceiro da carência teima em se casar com a dor.
Ah! Dor...
Companheira que adora a solidão
e que faz dela sua mais nova paixão
e se faz presente, como se faz.
A dor é o adubo da lágrima
que rola aguando o campo fértil do aconchego no colher da saudade.
Saudade que como sombra vai desenhando sua majestade e colorindo sua liberdade.
O sentimento exige uma pausa.

Ele não quer mais parcerias, ele não acredita mais,
emanou-se pela razão esquecendo de vez a emoção
que resolveu pousar noutro ninho, pássaro de asas feridas,
doloridas de um vôo sofrido, perdido mas intensamente vivido
e agora exige silêncio na pausa do por quê.
Ah! Meu pensamento.

Ligia Mourão

segunda-feira, 7 de novembro de 2011

Um sorriso...



Tenho conseguido manter o sorriso
mesmo sabendo que certos momentos que a vida se nos oferece tenta retira-lo de mim...
Respeito e muito esses momentos que a vida nos oferece...
Mas eles não sabem e nem suspeitam
que tenho um coração que me permite fazer da nostalgia lenha para manter acessa a fogueira da amizade que espero um dia possa se estender para alem das fronteiras do mundo terreno.
E da saudade que pode ser diminuída faço um lenço que carrego no bolso.
Assim entre a nostalgia e a saudade caminho, trabalhando para construir um mundo melhor...
Onde os que Deus me emprestou para serem companheiros nessa vida
possam observar que nunca é tarde para construir momentos lindos
onde corações como o seu que é capaz de fazer uma vida sorrir à toa continuem crescendo e sorrindo... E também àqueles que são capazes de fazer chorar por ainda não compreenderem que um sorriso pode ser luz a iluminar um ambiente...
E se eu consigo, você também pode conseguir...
Sorria pra mim!

07/11/11